< LER OUTRAS NOTÍCIAS

Mitos e Verdades sobre o pós operatório da Cirurgia de Próstata

O Dr Julio Bissoli, urologista do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, fala sobre alguns mitos relacionados ao pós operatório da cirurgia de próstata (ejaculação, potência (ereção) e incontinência).

Existem diferentes razões para operar a próstata, podendo ser divididas em causas benignas (diminuição de jato urinário) e malignas (câncer de próstata). Os efeitos colaterais vão depender se a pessoa será submetida a uma cirurgia para desobstruir o jato (cirurgia realizada por dentro da próstata) ou uma cirurgia radical da próstata.

A cirurgia radical retira a glândula por completo, sendo realizada justa aos nervos da ereção e o esfincter urinário, podendo causar mais frequentemente complicações nessas áreas.

A cirurgia da próstata que seja benigna, raramente complica a continência urinária e nunca afeta a potência (ao retirar o centro da glândula opera-se longe dos nervos).

A próstata é responsável pela fabricação do líquido seminal, sendo que quando a glândula é retirada por completo a ejaculação não mais ocorrerá. Se a glândula for apenas diminuída ela alterará sua dinâmica e será em direção contrária (retrógrada) em cerca de 80% das vezes, sem prejudicar em nada o funcionamento do orgasmo, libido ou potência.

Informe-se durante seu check-up com um urologista de confiança e não fique com dúvidas. Para agendar sua consulta com o urologista particular Julio Bissoli, clique aqui.

Agendar consulta Agendar check-up